Casa da Cultura Afro-brasileira, em São Vicente

0
148

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Dentre os inúmeros museus em toda a Baixada Santista, este é, certamente, um dos menos conhecidos, mas muito interessante.

Localizado dentro do Parque Ecológico Voturuá (Horto Municipal), o antigo Museu do Escravo, agora Casa da Cultura Afro-brasileira ‘Memorial ao Escravizado’, reaberto em janeiro de 2015, conta a história da escravidão no Brasil, por meio de obras em argila do escultor Geraldo Albertini.

São 132 peças do artista, dispostas em uma construção que simula uma senzala e se apropria das paredes – como faziam os escravos – para também retratar a rotina nos quilombos.

Conheça Nove museus que valem a visita na Baixada Santista, nessa matéria da Revista Nove

Albertini realizou pesquisas sobre a escravidão no país e se preocupou em destacar anciões e pessoas importantes dos quilombos, além de focar nos cultos religiosos da época.

O museu também tem peças de outro artista, discípulo de Albertini, entalhadas em madeira, e é um espaço destinado à cultura afrodescendente.

R. Dona Anita Costa, s/n, Vila Voturuá.
De terça a domingo, das 10h às 17h
(para depois da quarentena)



Fonte