Covid-19 altera os temas da alimentação

0
13

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A pandemia teve um impacto enorme e imprevisível na alimentação. A maior mudança ocorreu com a transferência de milhões de ocasiões de consumo para dentro do lar, indica a Euromonitor.

Com os confinamentos em todo o mundo, restaurantes, cafés, bares e todos os estabelecimentos que serviam comida foram encerrados, aumentando a quantidade de alimentos consumidos em casa e, consequentemente, a quantidade comprada no retalho.

Contudo, a pandemia também mudou o modo como se compra, o que gasta e onde se come, com o testemunho do aumento nas compras online e da preocupação com a saúde, com um maior ênfase no bem-estar mental e emocional, a par do impacto da recessão global nos gastos e escolhas alimentares.

 

Temas estratégicos

Refletindo o facto de que a indústria alimentar está em constante mudança, em 2019, a Euromonitor conduziu uma pesquisa global para determinar os temas estratégicos que estão a modelar o mercado mundial. Estes temas eram a segmentação do consumidor na era das ocasiões de consumo, a alimentação baseada em plantas e as proteínas alternativas, a alimentação sustentável e o custo ambiental da alimentação, as novas crenças alimentares e o “mindfullness”, a tecnologia alimentar e a economia digital, a proveniência dos alimentos e o efeito do país de origem e os alimentos funcionais e o ambiente legislativo. Em cada um dos temas, foram identificados os principais tópicos, como, por exemplo, no caso das proteínas alternativas, onde se destacaram os temas do bem-estar animal, da alimentação à base de insetos, da carne cultivada em laboratório, dos análogos da carne e das alternativas aos lacticínios.

O impacto da Covid-19 nestes temas estratégicos motivou uma revisão dos mesmos, de modo a apurar se a pandemia teve o efeito de os acelerar, manter, desacelerar ou travar. A análise permitiu concluir que, na sua grande maioria, as tendências foram aceleradas e reforçadas. É o caso, por exemplo, de aspetos como o bem-estar animal, o consumo consciente, a rastreabilidade digital dos alimentos, o regresso ao local e às raízes, a alimentação saudável ou os alimentos funcionais.

Futuro

A Euromonitor sublinha que tentar antecipar o futuro destes temas estratégicos não é uma tarefa fácil. As expectativas iniciais de uma vacina em 2020 estão a esbater-se e, mesmo que aconteça, mantêm-se as questões quanto aos riscos de reinfeção. Além disso, o impacto económico da Covid-19 continuará a ser negativo. O mundo entrou em recessão e estes temas são influenciados pelo poder de compra do consumidor, que continuará a ser penalizado durante algum tempo.

Também é provável que a saúde se mantenha uma prioridade, enquanto a ameaça do vírus persistir, pelo que os temas relacionados com a mesma continuarão a ser acelerados.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda