Cuidados que devem ser adotados em consultas médicas na quarentena

0
74

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A quarentena e o isolamento social são fundamentais para prevenção ao novo coronavírus. Diante do cenário, consultórios e clinicas dão os primeiros passos para o retorno das atividades. O Governo do Piauí autorizou, por meio da portaria Nº 0385/2020, o funcionamento de consultórios médicos e serviços de assistência à saúde durante a quarentena por serem considerados serviços essenciais.

Porém, para evitar contaminação, é necessário adotar uma série de medidas para garantir a segurança tanto de pacientes quanto da equipe médica. O cirurgião plástico, William Machado, orienta como deve ser esse retorno dos atendimentos e quais cuidados devem ser adotados.

O uso da máscara é um deles e deve ser feito por todos. “Quem vai à consulta deve usar máscara de proteção, assim como todos os profissionais envolvidos no atendimento. Além disso, o paciente deve ter sempre álcool em gel na bolsa ou bolso para uso quando for necessário. Ao chegar em casa, separar roupas e calçados usados em local isolado para higienização e sempre tomar banho”, explica.

Em relação aos consultórios, o profissional afirma que os pacientes precisam ficar vigilantes e só procurar atendimento em locais que estiverem seguindo todas as recomendações sanitárias. “Dentre elas a higienização constante do ambiente, local arejado para troca e circulação de ar, uso de EPIs pela equipe do consultório e médico, restrição de contato, disponibilização de água e sabão para higienização das mãos e álcool em gel 70%, redução de número de atendimentos para evitar aglomerações. Caso exista a possibilidade, o paciente deve ir à consulta desacompanhado, se não for possível ir com apenas um acompanhante”, elenca.

Nos espaços ainda devem haver comunicação visual sobre higiene das mãos, higiene respiratória e etiqueta da tosse. Além disso, é imprescindível que antes da consulta o paciente informe se está com sintomas respiratórios, como por exemplo, tosse, coriza, dificuldade para respirar, para que possa ser orientado corretamente.

No caso de consultas com cirurgião plástico, o profissional ressalta que o atendimento neste momento é preferencialmente casos de retomo pós-operatório e necessidade de cirurgias inadiáveis. “Estamos seguindo as recomendações sanitárias e respeitando a portaria de Nº 0385/2020 do Governo do Piauí que autoriza consultas no retomo pós-operatório em qualquer especialidade”, pontua.

 

[email protected]



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda