de A a Z, o que saber para transformar suas gengivas.

0
31

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Plástica gengival, de A a Z, traz todas as informações necessárias, escrita por um especialista em gengivas, sobre esta técnica essencial para recuperar e alinhar gengivas.

 

 

Luís Gustavo Leite é dentista especialista em gengivas (periodontista) e próteses dentárias, ambas pela UFRGS, em Porto Alegre.

 

 

O que é plástica gengival?

 

A plástica gengival é procedimento cirúrgico realizado para melhorar a estética das gengivas ou reconstruir a arquitetura destes tecidos ao redor dos dentes naturais, próteses dentárias ou implantes dentários.

 

Realizada seja pelo dentista especializado em gengivas, o periodontista, ou o clínico geral, ela conta com várias técnicas para que seus resultados sejam previsíveis e efetivos. As mais comuns são a gengivoplastia, a gengivectomia e o enxerto de gengiva – técnicas cuja seleção depende de fatores anatômicos e sistêmicos e da exigência estética individual.

 

 

Quando a plástica gengival está indicada?

 

A cirurgia gengival tem múltiplas aplicações além dos tratamentos em odontologia estética. Conheça as principais indicações da plástica gengival:

 

corrigir o sorriso gengival;

recuperar gengivas retraídas;

alinhar gengivas;

nivelar gengivas;

reconstruir as gengivas ao redor de implantes e próteses dentárias fixas;

auxiliar no tratamento da periodontite

facilitar a remoção da placa bacteriana (higiene oral).

 

cirurgia plastica gengival
Sorriso gengival é uma das indicações da plástica gengival.

 

 

Quem não pode fazer?

 

Qualquer um pode realizar o tratamento. Entretanto, um requisito básico à cirurgia plástica gengival é que as gengivas estejam saudáveis no dia do procedimento, sem os sinais inflamatórios característicos da gengivite e da periodontite como o sangramento gengival espontâneo ou que aparece durante a higienização dos dentes ou ainda gengivas inchadas e inflamadas pelos mesmos motivos.

 

 

Qual dentista está indicado para fazer este procedimento?

 

 

Todos os dentista estão aptos a executar a plástica geral. Entretanto, o periodontista, que é o dentista especialista em gengivas, costuma ter mais experiência na execução de casos mais complexos, e que exigem técnicas cirúrgicas mais sofisticadas.

 

 

Quais os prós e contras da plástica gengival?

 

Como todos procedimento odontológico, a cirurgia plástica gengival também traz prós e contras que precisam ser levados em conta antes de iniciar o tratamento. Conheça seus principais pontos positivos e negativos:

 

Prós

simples e previsível;

impacto estético marcante;

indicações funcionais;

múltiplas indicações;

preço em conta.

 

Contras

pós-operatório que exige cuidados delicados;

são necessários alguns dias em repouso; 

exige técnica do operador.

 

plastica gengival retração
A retração da gengiva é uma das indicações da plástica gengival.

 

 

A plástica gengival dói?

 

A dor e desconforto durante a cirurgia plástica gengival podem ser facilmente controlados por anestesias aplicadas pelo dentista durante o procedimento. Da mesma forma, seu pós-operatório, seja na técnica com gengivoplastia ou gengivectomia, dá-se sob efeito de anestésicos ingeridos pelo paciente por períodos entre 12 horas a até 3 dias, sem dores. 

 

 

O que é a gengivoplastia?

 

A gengivoplastia é a mais eficiente técnica cirúrgica para remodelar e alinhar gengivas. Realizada através de delicados recortes de tecidos gengivais e remodelamento do osso que envolve os dentes, ela é indicada para corrigir diversos tipos de defeitos anatômicos e estéticos ou ainda otimizar os resultados de tratamentos com lentes de contato dental, facetas de porcelana ou próteses dentárias em porcelana pura.

 

gengivoplastia
Das pequenas remoções de gengivas (detalhe) às cirurgias que exigem remodelação óssea e enxertos tecidas.

 

 

Qual a diferença entre gengivoplastia e gengivectomia?

 

A principal diferença entre a gengivectomia e gengivoplastia é que, enquanto a primeira técnica é realizada através do recorte único das gengivas, seja com finalidade estética ou funcional – como no tratamento da periodontite -, a segunda necessita de remodelamento ósseo (remoção de osso) para que os resultados finais sejam estáveis e próximos às simulações programadas.

 

 

Quando a gengivoplastia está indicada?

 

A remodelação do osso que sustenta as raízes dos dentes é muita vezes a parte mais importante nos tratamentos para alinhar gengivas. Veja quando a gengivoplastia está indicada:

 

alinhamento gengival;

correção do sorriso gengival;

melhora estética de gengivas após enxertos;

melhora estética de implantes dentários e próteses dentárias;

otimização dos resultados estéticos com lentes de contato dental e facetas de porcelana.

 

pos-operatório na plástica gengival gengivoplastia
Cuidados operatórios extensivos são essenciais às cirurgias do tipo gengivoplastia.

 

 

Quais os cuidados antes da plástica gengival?

 

Estar com as gengivas saudáveis, sem sinais de inflamação e livres de sangramento gengival espontâneo ou que aparece ao escovar os dentes são indispensáveis para o dia da cirurgia gengival. E para isto, uma ou mais consultas realizadas com, no mínimo, uma semana de antecedência é essencial para remover a placa bacteriana e o tártaro causadores da gengivite e periodontite.

 

 

Quais os cuidados depois da plástica gengival?

 

Os cuidados no pós-operatório da cirurgia plástica gengival exigem dedicação e organização na agenda escolar ou profissional do paciente operado. Além do uso de instrumentos de higiene oral específicos para limpar delicadamente o local operado, restrições alimentares por até sete dias e impedimento para praticar esportes por período semelhante são exigidos para evitar problemas e complicações operatórias.

 

Cirurgia plástica gengival: simulação para recorte das gengivas depende de exames clínicos e até mesmo tomográficos.

 

 

Que problemas podem aparecer após a cirurgia plástica gengival?

 

As complicações após a cirurgia plástica são incomuns e não costumam trazer riscos aos dentes. Entre os problemas mais comuns estão os inchaços que permanecem por tempo maior que o esperado, a roxidão dos lábios e eventual dor. Já outras complicações, ainda mais raras, estão associadas aos procedimentos mais complexos – como a perda do enxerto gengival no tratamento para recobrir raiz dentária exposta.

 

 

Quanto tempo dura a cicatrização das gengivas?

 

Nos primeiros três dias passados da plástica gengival, as gengivas atingem o máximo do edema e vermelhidão que costumam ser comuns a este tipo de cirurgia. É somente após este período que as gengivas começam a retornar ao seu normal, ficando rosadas e livres de inchaços.

 

A remoção dos pontos de sutura acontece entre o sétimo e o décimo quarto dia passados da cirurgia. Após três semanas, os sinais da cirurgia gengival já são praticamente imperceptíveis. Mas é mesmo a partir do trigésimo dia que a forma e a cor começam a ficar como foi planejado, período este que pode chegar aos 90 dias para gengivas mais finas e delicadas.

 

 

Como é a recuperação da cirurgia plástica gengival?

 

Cirurgias odontológicas exigem atenção aos cuidados e delicadeza necessários para manter o limpo o local operado. A recuperação da cirurgia plástica gengival depende da extensão do procedimento e do uso de técnicas adicionais como o enxerto de gengiva.

 

O tempo médio de recuperação, que é o tempo que o paciente precisa ficar em casa tomando todos os cuidados, é de 1 dia para a gengivectomia e de 2 a 3 dias para a gengivoplastia. Já os procedimentos com enxerto de gengival podem exigir alguns dias a mais.

 

 

Dá para ver o resultado tipo antes-e-depois da plástica gengival?

 

Até dá. Mas pra quem é mais exigente com os mínimos detalhes que, sim, fazem toda a diferença nos tratamento em odontologia estética, é preciso estar atento às pequenas variações e aos leves desalinhamentos que podem aparecer como resultado da cicatrização individual que costuma variar de paciente para paciente.

 

 

Qual o preço da plástica gengival?

 

Os valores de procedimentos odontológicos variam de dentista para dentista. Assim, os preços cobrados para a cirurgia plástica gengival sofrem variações da mesma forma como acontece nos tratamentos mais sofisticados como as lentes de contato dental ou facetas de resina.

 

 

A retração gengival também pode ser recuperada?

 

O recobrimento de raiz dentária exposta, nome correto da cirurgia para retração de gengiva, é uma das principais indicações da plástica gengival. Realizada em um ou mais dentes com o problema, ela tem funções muito além da recuperação estética do sorriso – como eliminar a sensibilidade dentária, reduzir as áreas com retenção de placa bacteriana (facilitar a higienização) ou proteger as raízes de desgastes causados pelas cerdas das escovas dentárias.

 

Nem todos os casos de retração gengival podem ser recuperados por cirurgia. Como exemplo desta limitações temos a recessão que aparece como sequela da periodontite, em que até as gengivas localizadas entre os dentes estão ausentes – uma situação que traz um prognóstico bastante ruim ao tratamento cirúrgico.

 

retração gengival e enxerto
Enxerto gengival inserido abaixo das gengivas é técnica recomenda para recessões tecidas extensas.

 

 

Qual é a cirurgia mais indicada para recuperar a retração gengival?

 

Existem várias técnicas cirúrgicas para recuperar gengivas retraídas. A mais utilizada delas é a cirurgia simples, realizada através do deslocamento dos tecidos gengivais para seu local de origem, o qual é mantido estável nesta posição após a realização de suturas seguidas de cuidados intensos durante o pós-operatório do tratamento.

 

Apesar, a cirurgia simples traz limitações. Situações como gengivas finas e delicadas ou recessão gengival extensa e localizada em vários dentes podem exigir o uso de enxerto de gengival, o que traz melhora no prognóstico da cirurgia e resultados mais previsíveis ao tratamento.

 

 

Qual a melhor técnica para remover gengiva grande?

 

A gengiva grande, nome popular do sorriso gengival, pode ser removida por duas técnicas: gengivoplastia e gengivectomia. A escolha entre ambas depende da localização do osso que envolve as raízes dos dentes. Quando é necessária a remodelação (remoção) deste osso, a gengivoplastia é o tratamento mais indicado.

 

 

Como é a cirurgia para corrigir o sorriso gengival?

 

O sorriso gengival é a exposição exagera das gengivas ao sorrir ou falar. As causas mais comuns para esta condição que acerta em cheio a estética do sorriso são o crescimento ósseo excessivo da arcada superior ou o crescimento tecidual exagerado sobre os dentes, como acontece durante a erupção passiva dos dentes.

 

A correção do sorriso gengival frequentemente exige exames como a tomografia computadorizada. Realizada em um único dia, esta técnica de plástica gengival é assistida por guias de recorte gengival construídos após simulações. 

 

O remodelamento do osso localizado abaixo das gengivas é comum, o que costuma exigir cuidados delicados no pós-operatório e atenção com relação ao tempo de recuperação do tratamento, que requer alguns dias do paciente longe de atividades esportivas e até mesmo do trabalho.

 

sorriso gengival cirurgia
A recuperação estética do sorriso gengival é um procedimento comum e simples.

 

 

Para que serve o enxerto gengival?

 

O enxerto gengival é frequentemente utilizado em cirurgias odontológicas para melhorar os resultados estéticos e funcionais de diversos tipos de tratamentos. Trazendo pós-operatório delicado e maior tempo de recuperação, são inúmeros os problemas que podem ser recuperados ou corrigidos por esta técnica, como:

 

✓ falhas de volume em gengivas após perdas dentárias;

retração gengival;

gengivas escurecidas (gengivas pretas”);

problemas estéticos de gengivas em próteses e implantes dentários;

algumas sequelas da periodontite;

 

 

Qual tipo de enxerto de gengiva é o mais indicado à plástica gengival?

 

O tipos mais utilizado de enxerto de gengiva é o que é coletado do próprio paciente (enxerto autógeno) – o palato é o local de coleta mais comum. Além deste, também existem os fabricados a partir de matrizes animais (alógenos) ou sintetizados artificialmente (xenógenos).

 

O enxerto gengival coletado do próprio paciente é indicado para reconstruções estéticas e anatômicas mais extensas. Já o material fabricado a partir de matrizes animais, cuja principal vantagem é eliminar a etapa cirúrgica de remoção do enxerto do palato, pode ser emprega na recuperação de pequenas retrações da gengiva ou preenchimento de falhas de diversos tipos.

 

enxerto de gengiva artificial
Enxerto artificial para ser inserido abaixo das gengivas pode ser utilizado em algumas situações na recuperação de gengiva retraída.

 

 

Qual é a melhor técnica para alinhar gengivas?

 

A busca por tratamentos estéticos com laminados cerâmicos do tipo faceta de porcelana e lente de contato dental aumentou as exigências para gengivas alinhadas e harmônicas com dentes, lábios e rostos. E para alinhar gengivas, a gengivoplastia e a gengivectomia são duas técnicas resolutivas e eficientes para construir formas e alinhamentos precisos e mais naturais.

 

 

Quais exames são necessários à cirurgia gengival?

 

Alguns exames podem ser necessários para realizar a plástica gengival. Procedimentos realizados para remover pequenos tecidos em excessos ou recuperar a retração gengival costumam exigir exames clínicos simples e radiografias que podem ser realizadas no consultório do dentista especialista em periodontia.

 

Já os procedimentos mais complexos como a gengivoplastia exigem exames mais precisos como a tomografia computadorizada, que permite ao dentista observar, dente a dente, a quantidade de osso a ser removida para que os resultados finais de alinhamento gengival sejam precisos e não tragam complicações durante e após o período de recuperação (pós-operatório).

 

Aproveite para ler os posts relacionados:

Voltar para o blog



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda