Explante de silicone: como ficam os seios ao tirar as próteses

0
11

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A remoção da prótese de silicone de maneira definitiva é possível, desde que seja retirado o excesso de pele e que a região seja remodelada. A cirurgia, conhecida como explante de silicone, leva à flacidez dos seios, principalmente em próteses muito volumosas, devido ao estiramento da pele.

Isso acontece porque o tecido cutâneo estava esticado e firme com a prótese. Com a retirada é comum ficar uma sobra de pele e as mamas ficarem mais caídas e flácidas.

O principal motivo que leva à retirada da prótese de silicone é o descontentamento feminino com o tamanho das mamas. Muitas querem substituir a prótese por um tamanho menor.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

A tendência mundial são as próteses mamárias de tamanho médio, adequado ao biotipo da pessoa. Portanto é muito importante, o cirurgião plástico sempre orientar a paciente sobre a prótese proporcional a estrutura corporal, a fim de surtir um efeito mais natural, com equilíbrio e harmonia estética.

Não é recomendado o implante de prótese muito volumosa, prevendo o explante no futuro, além de levar a dores na coluna, problemas de postura, extensão de pele que pode causar ruptura das fibras e estrias. Tudo que é exagerado não combina com equilíbrio e beleza e pode gerar arrependimento.

Quem precisa fazer o explante

Foto: Klaus Tiedge / Getty Images

O explante pode ser obrigatório quando ocorre uma infecção na mama, causando um endurecimento da cápsula ao redor do implante. A remoção é o principal tratamento, se através de medicamentos o problema não for resolvido. Porém, é considerado um caso raro.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Por isso deve-se avaliar a estrutura mamária, quando se coloca a prótese, para evitar perda de volume, flacidez e intercorrências.

Como é a cirurgia de explante de silicone

A cirurgia de retirada de prótese dura em média 90 minutos e deve ser realizada por um cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Essa duração do tempo cirúrgico depende também se o cirurgião vai ou não colocar uma prótese menor na paciente, ou fazer outro procedimento cirúrgico associado.

A retirada da prótese geralmente é feita por uma incisão ao redor da aréola, na axila ou abaixo dos seios, ou seja, no sulco inframamário. Depende da preferência do cirurgião e do corpo de cada paciente. Caso precise remover o excesso de tecido, o que é muito comum, a cicatriz pode ser maior que a adquirida com o implante, em formato de T invertido.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Após a remoção do implante, o remodelamento dos seios pode ser feito com enxerto de gordura. A lipoenxertia é feita com a gordura lipoaspirada da própria paciente, de áreas de excesso, por exemplo flancos ou abdômen.

Busca-se um efeito natural, preenchendo os espaços de prótese, sem deixar de lado a firmeza dos seios. Depois da gordura devidamente tratada, a mesma é reaplicada nas mamas. Não é indicado em casos de ptose (queda das mamas), porque vai aumentar o peso de gordura na área e acentuar o caimento dos seios.

Dentro das contraindicações e efeitos colaterais da cirurgia de retirada da prótese de silicone, os riscos são de infecção e hematomas (sangramentos), porém é quase raro.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

A paciente deve estar em boas condições de saúde. Portanto a avaliação médica e os exames pré-operatórios são imprescindíveis e determinantes.

O pós operatório leva cerca de 30 dias, porém fácil de ser realizado, quando a paciente segue as devidas orientações médicas.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda