Motorista que atingiu motociclista é indiciado por homicídio doloso; acidente foi em Montes Claros | Grande Minas

    0
    32

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Polícia Civil concluiu o inquérito instaurado para apurar o acidente que terminou com a morte de Patrick Igor Martins, de 27 anos. No dia 28 de setembro, ele seguia de moto pelo Centro de Montes Claros (MG) quando foi atingido por um carro.

    Segundo as informações divulgadas pela Polícia Civil, as provas demostram que o motorista do automóvel não respeitou a placa de parada obrigatória. Ele foi indiciado por homicídio doloso, já que, ao desobedecer a sinalização, assumiu o risco de provocar a morte.

    O condutor ainda teve a habilitação suspensa, como medida cautelar prevista no Código de Trânsito Brasileiro.

    O motorista não foi submetido ao bafômetro no dia do acidente e também não foi conduzido à delegacia de plantão, o que, para a Polícia Civil, não comprometeu o resultado das investigações.

    O G1 não conseguiu localizar a defesa do condutor.

    Motociclista foi atingido por carro no Centro — Foto: Polícia Militar/Divulgação

    Patrick transitava pela Rua Rui Barbosa quando foi atingido pelo carro e ficou gravemente ferido. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

    De acordo com o boletim de ocorrência, o motorista apresentava sinais de embriaguez e recusou a fazer o teste do etilômetro.

    Familiares disseram ao G1 que Igor Patrick era dono de uma lanchonete no Bairro Morrinhos e fazia uma entrega na região Central.

    “Ele estava trabalhando e o motorista estava alcoolizado. É uma dor muito grande e eu vou lutar por Justiça. Patrick era uma pessoa maravilhosa, esforçado e sonhador”, desabafou a esposa, Jheniffer Caroline Lopes.

    Jheniffer relatou também relatou ao G1 que o marido tinha experiência no trânsito e nunca se envolveu em acidente.

    “Ele nunca teve nenhum problema, tinha bastante experiência e já havia trabalhado como mototáxi. É um dor muito grande e, além da dor, ainda tenho que explicar para nossa filha, de 6 anos, que ela não vai ver mais o pai”.

    Patrick fazia uma entrega de lanche quando aconteceu o acidente — Foto: Polícia Militar/ Divulgação



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda