O que comer antes do treino de?

0
83

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Você treina há muito tempo ou está iniciando agora e gostaria de saber o que comer para ter um bom desempenho nos seus treinos? Hoje, trarei dicas simples que podem fazer toda diferença. Basicamente para iniciar um treino, você precisará estar com os estoques de glicogênio do seu corpo bem abastecidos. “Mas o que é esse estoque de glicogênio?”. Resumidamente, é a forma como nosso corpo armazena as moléculas de glicose (carboidratos) nos nossos músculos e outros órgãos. São esses estoques que oferecem a energia necessária para que você consiga realizar os treinos de forma efetiva.

“Mas, como abastecer esses estoques?”. É simples, basta consumir alimentos fontes de carboidratos. Essas fontes podem variar de acordo com o horário do dia que vai treinar e a intensidade do treino. E aqui já vamos quebrar alguns mitos: será que é realmente fundamental comer algo próximo ao treino? A resposta é: não necessariamente. Isso porque o glicogênio leva um tempo para ser formado, ou seja, ele não é formado imediatamente, pois tem de passar pelo processo de digestão, absorção, transporte e por fim armazenamento. Todo esse processo pode levar uma média de três a quatro horas para acontecer.

Por isso, o mais importante é focar em incluir carboidratos nas refeições realizadas horas antes do treino, pois aquela fonte consumida minutos antes não será utilizada como fonte de energia principal, ela exercerá outras funções. Não tem problema se quiser comer algo antes se isso te faz bem, mas não se esqueça das fontes de carboidratos das refeições anteriores. Resumindo, seu pré-treino será as refeições realizadas horas antes ao exercício. Exemplo: se você treina no início da tarde, suas refeições pré-treino serão o café da manhã, lanche da manhã (caso tenha costume) e almoço. Se você treina à noite, será o almoço, o lanche da tarde e por aí vai. Se você treina pela manhã, seu pré-treino pode iniciar até mesmo no lanche e o jantar do dia anterior.

Portanto, não precisa se preocupar em consumir alimentos imediatamente antes se já tiver consumido fontes de carboidratos ao longo do dia. Como disse inicialmente, as quantidades vão variar de pessoa para pessoa. Para saber o quanto precisa, o ideal é que busque o auxílio de um profissional; do contrário, terá de ir testando as quantidades e observando sua melhora de desempenho e disposição.

Bom, mas o que comer? Isso depende da refeição. Se for um café da manhã ou lanche da tarde, inclua frutas, aveia, pão, por exemplo. Se for almoço e jantar, você pode incluir arroz, batata de qualquer tipo, mandioca, inhame, cará. Uma dica importante é: quanto mais próxima a refeição for do treino, evite alimentos muito ricos em fibras, gordura ou de lenta digestão, pois isso pode te provocar problemas gastrintestinais e atrapalhar seu treino. “E quanto à suplementação?” Antes de pensar nisso, faça o básico bem feito, até porque nenhuma suplementação é efetiva em uma base ruim.



Fonte