Roacutan afina o nariz? Especialistas fazem alerta após suposto efeito viralizar no TikTok

0
13

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Não é incomum ver remédios sendo divulgados nas redes sociais como soluções milagrosas. Contudo, uma dessas falsas informações deixou especialistas em alerta recentemente. Isso porque o medicamento Roacutan, utilizado no combate a acnes severas, viralizou no TikTok como método para “afinar o nariz”. Preocupada, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) precisou emitir uma nota desmentindo efeito.

O assunto surgiu na rede social, voltada para a produção de pequenos vídeos, quando alguns usuários começaram a divulgar imagens que mostravam um suposto afinamento do nariz após uso do remédio. Relatos desse tipo foram dados por meio das hashtags #roacutancheck e #roacutanchallenge, que ultrapassaram a marca de 29 milhões de visualizações.

No Google Trends, sistema que analisa as pesquisas mais feitas na plataforma, o tema “Roacutan afina o nariz” apresentou um disparo repentino de quase 100% entre os dias 5 a 11 deste mês no Brasil. Ou seja, embora ainda incompleto, dado mostra que o interesse pela informação cresceu no País.

Busca pela informação sobre o efeito do remédio cresceu quase 100% nos últimos dias. Dados ainda estão incompletos (Foto: Google Trends)

A grande repercussão em torno do assunto preocupou a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), levando o órgão a publicar uma nota na última semana. Em documento, a instituição esclarece que a substância isotretinoína, principio ativo do remédio, não aparece em estudo algum da comunidade científica, assim como em estudos clínicos, como sendo capaz de remodelar o nariz.

Documento ainda destaca que somente em caso de o paciente ter uma condição denominada como rinofima (hipertrofia das glândulas sebáceas) é que pode haver um aumento visível do nariz. Nesse caso, a isotretinoína pode ser utilizada para diminuir o órgão, fazendo com que ele retorne ao tamanho normal.

“De modo geral, nos casos de acne ou de outras manifestações dermatológicas, a SBD reitera que não há nenhum tipo de redução ou afinamento do nariz após o uso do produto, sobretudo em pacientes que não apresentam rinofima”, destaca órgão (veja nota na íntegra ao fim do texto).

Em entrevista aos jornalistas Jocélio Leal e Rachel Gomes, na rádio O POVO CBN, o médico dermatologista Heitor Gonçalves, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), alertou para os riscos do uso do remédio. “Eu lido há 31 anos com esse medicamento e ele traz uma série de riscos, como lesão hepática, trombose, danos no sistema nervoso, alterações endócrinas e musculares…”, exemplifica o especialista, lembrando que a substância só pode ser prescrita por médicos com cadastro especial na vigilância sanitária.

Afinamento é ilusão estética

Tiago Sampaio, professor do curso de Farmácia da Universidade Federal do Ceará (UFC), explica que a isotretinoína é uma substância análoga à vitamina A, sendo utilizada principalmente no combate à acne severa. Segundo o docente, o principio reduz a produção de óleo na pele e tem o efeito de quebrar a queratina que está presente nela, para “favorecer sua cicatrização”.

Ou seja, a pele do paciente passa por uma espécie de reconstrução, e é justamente nesse período que ele pode achar que suas feições foram remodeladas. “O individuo tem a falsa impressão de que as feições estão mais finas, que os lábios podem ficar mais finos, nariz mais fino”, destaca o professor.

De acordo com Guilherme de Medeiros, dermatologista vinculado à Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional Ceará (SBD-CE), essa impressão também é dada devido  à substância agir nas glândulas sebáceas, diminuindo a oleosidade da pele e retirando os ‘comedões’, como são chamados os temidos cravos.

Todo esse processo acaba melhorando a qualidade da pele e leva o paciente a notar uma melhora estética do nariz, mas tudo não passa de um efeito visual. O profissional cita ainda que pode haver casos de pessoas que fazem rinoplastia, procedimento que afina o nariz, serem analisadas para usar a isotretinoína e ter um beneficio estético maior.

Seja sobre problemas como acne ou incômodo com o tamanho do nariz, o dermatologista faz um alerta também para que as pessoas procurem um profissional e avaliem se o caso realmente precisa de uma solução mais “drástica”. Isso porque muitos indivíduos podem acabar tendo uma visão “deturpada” de sua própria imagem e recorrer a ações que colocam sua saúde em risco.

“A orientação que fica a qualquer tipo de dúvida em relação ao nariz, se tiver algum problema em relação à oleosidade, qualquer dúvida, tem que fazer uma orientação médica. Se você fizer uso do medicamento sem orientação, você pode ter os efeitos colaterais sem resolver o problema sequer. O principal é procurar o especialista pra tirar a dúvida, saber se esse é o problema e qual o cuidado que deve ser tomado”, pontua o especialista.

Efeitos colaterais e o alerta sobre uso 

Se o fato do afinamento provocado pela substância não passar de uma ilusão ainda não lhe convenceu, fique sabendo que a compra do Roacutan e os efeitos colaterais dele não são tão simples como parecem ser nos vídeos do TikTok. Isso porque o remédio tem uma prescrição mais complexa, sendo indicado apenas depois de uma série de exames. Além disso, seu uso precisa ter acompanhamento médico.

Conforme Guilherme, para saber se o indivíduo pode fazer o tratamento contra acne utilizando o remédio é necessário que ele faça exames de sangue, que seja analisado se ele tem problemas no fígado, se toma algum outro tipo de remédio, entre outros. Tudo porque o medicamento tem um efeito forte sobre o organismo, sendo extremamente necessária uma avaliação profissional antes e durante o uso.

>>> Roacutan: conheça os efeitos colaterais do remédio, forte aliado no combate as espinhas

Dentre os efeitos adversos causados pelo medicamento, estão a elevação da taxa de colesterol e de triglicerídeos e o ressecamento da pele — este sendo o mais comum. Além disso, o paciente precisa tomar uma série de cuidados durante o uso, uma vez que seu organismo está sendo afetado.

Por exemplo, o indivíduo não pode ingerir bebida alcoólica porque isso pode acabar sobrecarregando seu fígado. Em caso de sobrecarga, o órgão corre o risco de contrair uma hepatite medicamentosa, como aponta o dermatologista Guilherme. Se o paciente for mulher, ela não poderá engravidar enquanto a substância estiver agindo em seu organismo, sob risco de o feto não se formar por completo. 

Em razão de todos esses riscos, o indivíduo precisa retornar constantemente ao médico para saber como ele tem reagido à substância. O dermatologista destaca que o primeiro retorno é feito logo após a prescrição, para avaliar se o paciente não teve um “efeito adverso de curto prazo”. Em seguida, o padrão é que ele retorne ao consultório em um período de três em três meses.

O tempo do tratamento é individual e depende do grau da acne de cada paciente. Para entender a importância do acompanhamento médico e a gravidade do uso indiscriminado do medicamento, o professor Tiago Sampaio relata que alguns países chegaram até mesmo a proibir a utilização do remédio.

Segundo ele, usar a medicação sem acompanhamento e de forma indevida pode levar o individuo à morte, uma vez que ele pode ter um câncer hepático. Dentre outros efeitos, estão a chamada “cegueira noturna” e o risco de desenvolver ansiedade e depressão.

Veja esclarecimento da SBD na íntegra:

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) esclarece que a isotretinoína oral (vendida
com diferentes nomes comerciais no Brasil) é utilizada há quatro décadas para tratamento sistêmico de acne vulgar moderada a grave.

Na comunidade científica, não existem relatos, muito menos estudos clínicos prospectivos e controlados, que sugiram o uso da isotretinoína oral para o afinamento do nariz. A SBD pontua que a isotretinoína é um retinoide, derivado sintético da vitamina A, que produz seu efeito principal sobre a atividade das glândulas sebáceas.

Nesse contexto, o nariz consiste na região do corpo com maior número de glândulas sebáceas e mais ativas e, em pessoas com a pele com oleosidade muito acima do normal, essas estruturas aumentam de tamanho ao longo do tempo, mas não o suficiente para aumentar de forma visível o nariz do paciente.

No entanto, quando há hipertrofia das glândulas sebáceas, esse aumento realmente é perceptível. A condição é denominada como rinofima e pode ser tratada com o uso da isotretinoína oral. Nesses casos, o uso da substância tende a diminuir um pouco o tamanho das glândulas e o nariz pode assim voltar ao tamanho original.

Ou seja, o uso da substância tende a diminuir o tamanho dessas glândulas e a sua atividade, em casos excepcionais (rinofima), quando estão hipertrofiadas. De modo geral, nos casos de acne ou de outras manifestações dermatológicas, a SBD reitera que não há nenhum tipo de redução ou afinamento do nariz após o uso do produto, sobretudo em pacientes que não apresentam rinofima.

Desse modo, não há comprovação de que a isotretinoína oral tenha esta indicação e muito menos qualquer eficácia para esta finalidade. Além disso, o uso inadequado do medicamento sem a devida prescrição e supervisão médica envolve riscos, particularmente em mulheres em idade fértil. Se engravidarem usando o medicamento, há um risco de 30% do bebê nascer com malformações congênitas.

Para uso da isotretinoína oral é obrigatória a prescrição médica. Os dermatologistas associados à SBD estão devidamente orientados para não fazer esse tipo de indicação. É necessário cuidado no uso deste medicamento por outros meios que não sejam a prescrição por um médico dermatologista.

Para receber orientação a respeito de qualquer procedimento estético invasivo ou terapia sistêmica, a SBD frisa a importância fundamental de agendar consulta com um
médico dermatologista.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags



Fonte